Óleo de rícino seus benefícios e como usar - Dica da Nathy

10 de junho de 2020

Óleo de rícino seus benefícios e como usar

Ele é um dos nossos queridinho e super utilizado por aqui. Além de fortalece os fios, combate a acne e tem  um poder mega hidratante. Apesar dele ser vendido como laxante, ele também pode ser usado no cabelo, pele, sobrancelhas, barba e bigode. Seus outros nomes são óleo de mamona, castor oil.
 


Ele é extraído da mamona. Mais conhecido por ser laxativo, criou uma grande fama por ser bastante benéfico aos cabelos, pele e unhas. Hoje no mercado existe alguns produtos de beleza que usa o nome de castor oil. Por ser um óleo, ele não se mistura com a rícina, componente tóxico da mamona, e por isso sua extração e uso é segura. Ele é composto por ácidos graxos, sais minerais e vitamina E.



BENEFÍCIOS PARA O CABELO

Ele tem o poder de fazer uma super hidratação dos fios e de limpar do couro cabeludo.

Muito usado para restauração e crescimento de cabelos assim deixando-os mais fortes. Com contém ômega 6 e 9, o óleo da mais volume ao cabelo. Já que o ácido graxo estimula o couro cabeludo e os folículos, fortalecendo os fios. Os nutrientes ajudam a melhorar o aspecto do fio, selando as cutículas, impedindo que o cabelo fique ressecado, dando brilho e uma aparência mais sedosa. Óleo pode trazer diversos benefícios ao cabelo e couro cabeludo.

COMBATE À CASPA

Por conter propriedades antifúngicas que limpam o couro cabeludo, ajudando a combater a caspa. Além disso ele evita o ressecamento, prevenindo a descamação do couro cabeludo. Não esqueça que ele sozinho não resolve este problema, você deve ser avaliado por um dermatologista.

COMO USAR NO CABELO, BARBA E BIGODE

Existem diversas formas de usar, mas vamos a mais prática e eficaz. 
01 colher de sopa do óleo
01 condicionador de 200 ml
Misture tudo, balance até perceber que tudo foi bem misturado.
Aplique a mistura durante o banho, deixe agir 3 minutos nos fios.
Enxague bem


BENEFÍCIOS NA PELE

Os nutrientes do óleo podem ser interessantes para a pele a melhor maneira de utilizar é misturado o óleo com cremes para trazer mais benefícios

COMBATE ACNE E OLEOSIDADE

Já que ele tem um efeito adstringente, reduzindo a proliferação bacteriana, uma das causas da acne. Ele faz tudo isso promovendo a hidratação necessária para que esta pele fique saudável.

PELE RESSECADA E ENVELHECIDA

Por ser um hidratante natural e benéfico para quem sofre com a pele ressecada. Ele impede a perda de água da pele, mantendo-a hidratada. Proporcionando uma pele com menos rugas e marcas de expressão.

COMO USAR NA PELE

Sabemos que não é muito indicado usar o óleo puro na pele. O ideal é misturar em um creme hidratante. Usando a mesma proporção anterior

Nunca esqueça de higienizar toda a pele antes da aplicação, para garantir seu efeito. Faça o uso de água morna para abrir os poros, assim será maior a absorção pela pele.

BENEFÍCIOS NAS UNHAS 

O óleo contribui com a hidratação das cutículas, devido a capacidade de criar uma película protetora da pele, impedindo que a água seja perdida. Estando hidratada, a cutícula protege a unha e as novas células, ajudando no crescimento. A camada protetora ajuda no fortalecimento de unhas quebradiças.

COMO USAR NA UNHA

Basta aplicar o óleo puro nas unhas e deixar por uma hora.

BENEFÍCIOS NA SOBRANCELHA E CÍLIOS

Ele ajuda fazendo engrossar os fios assim tornando eles mais vistosos. Na sobrancelha é liberado, agora nos olhos é preciso ter cuidado, já que não se sabe que efeito eles podem ter na visão.

Para aplicar use uma escovinha de rímel. Na sobrancelha e nos cílios, deixe o óleo agindo durante a noite, nos cílios, o mais indicado é conversar primeiro com um dermatologista e entender se vale para seu caso.



O óleo de rícino deve ser consumido com cautela. Além dos benefícios cosméticos, o óleo melhora a constipação. Sabemos que ele não deve ser usado com frequência, pois o seu uso prolongado pode trazer problemas de saúde.


Quem não pode usar o óleo? 

Gestantes
Lactantes
Crianças e pacientes que apresentem sintomas compatíveis com obstrução intestinal
Doenças inflamatórias intestinais
Qualquer outra doença intestinal conhecida ou suspeita.

Ele não deve ser aplicado em mucosas, como boca, olhos e orelhas.

Alguns efeitos colaterais

Desconforto
Dor abdominal
Cólicas
Diarreia
Náuseas
Desidratação
Alergia por contato na pele.


Não esqueça de consultar um médico antes de usar.

Nenhum comentário